Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um passo nunca vem só

Um passo nunca vem só

Hoje é dia de jogar em casa #20

2016-11-26 23.50.11.jpg

Este ano escolhi fazer os 10km da Corrida Monumental de Évora, a 27 de novembro.

 

O ano passado fiz os 21km e bati o meu recorde pessoal na distância em prova (1h56m06s), até hoje não voltei a fazer melhor.

 

Ainda que apenas 8 dias após Barrancos não podia pensar em faltar à grande prova da cidade. A melhor opção pareceu-me ser a distância mais curta. O corpo não está recuperado (embora me sinta melhor do que esperava).

 

O que gostava de fazer? Menos de 1 hora.

 

O que me faria delirar? Bater o meu recorde pessoal oficial na distância (53m?).

 

O que vou fazer? O do costume, aquele que “está para chegar” sempre que estou em prova: o melhor de mim.


Até já.

2 comentários

Comentar post