Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um passo nunca vem só

Um passo nunca vem só

Já conhecem os dois tipos de lentos na corrida? #44

Um Passo Nunca vem so lento.jpg

 

Se alguém abriu este texto a pensar que eu ia classificar tipo de pessoas, não é esse o caso.

 

Uma das minhas mais recentes descobertas é que cada um de nós tem dois lentos dentro de si e descobrir o segundo lento é al-ta-men-te!

 

Então, isto de andar a seguir um plano de treino obriga-me a variar o menu, não só ao longo da semana, mas por vezes num só treino tenho de variar o ritmo.

 

Há uma coisa nos treinos de atletismo a que chamam corrida contínua lenta e que basicamente se eu a fizer devo bater todos os meus recordes pessoais de tempo nas mais variadas distâncias. Isto porque para a malta do atletismo, em que correr abaixo dos 4 minutos por quilómetro é normal e desejável em prova, quando vão fazer um treino lento… correm depressa pra caraças, aos olhos do comum do mortais (mesmo aqueles que são corredores de rua).

 

Então, o meu treino por vezes implica alternar ritmos não especificados, do género: 15 minutos lentos + 15 minutos ritmo de prova + 15 minutos lentos. E era aqui que eu queria chegar. Descobri há pouco tempo que tenho dois lentos.

 

A equação é simples: nos primeiros lentos procurei um ritmo de conforto, aquele em que ainda não me ouço ofegar, depois passo para ritmo de prova e aí meus amigos… é pedal a fundo que a meta está à vista, em modo panela de pressão, ora quando volto aos segundos lentos sinto-me confortável quando deixo de chiar e é curioso que depois do motor ter levado aquele aquecimento já não é fácil (nem confortável) baixar para o ritmo dos primeiros lentos.

 

Isto é giro, é mesmo muito giro e desafiante e compensador, experimentem os vossos lentos que vão adorar conhecer o segundo!

Um passo nunca vem so variações de ritmo (1).jpe     Um passo nunca vem so variações de ritmo (2).jpe

 

1 comentário

Comentar post