Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Um passo nunca vem só

Um passo nunca vem só

Se vais ter de correr à chuva… isto é para ti! #15

Para correr à chuva e a coisa correr bem, temos de nos preparar devidamente (estou a ser sarcástica, mas é melhor avisar).

 

Ainda no outro dia ouvi uma amiga dizer “Ia correr hoje… mas está a chover!”. “Ias e vais minha amiga”, foi o que lhe respondi. Nisto dei por mim a dar-lhe uma série de sugestões que resolvi partilhar, não vá dar-se o caso de andar por aí alguém a evitar coisas boas da vida.

 

Antes de continuarem a ler, devo avisar o seguinte, eu AMO correr à chuva, é uma coisa genética. O meu pai AMA andar à chuva. Se vai a atravessar a rua e começa a chover é vê-lo a sorrir e a abrandar o passo, sem pressa nenhuma de se proteger. Lembro-me disto desde sempre. A mãe quase histérica a mandar-nos correr até nos abrigarmos e o pai a sorrir e a dizer, “Sintam lá a chuva a bater-vos na cara. Isto sabe tão bem! Vocês não acham?”.

 

Se foi daí ou não, não sei. Mas a chuva nunca me causou nenhum tipo de repulsa, e se já gostava de a sentir enquanto caminhava, passou a ser oficialmente o meu estado atmosférico de eleição para correr.

 

As dicas:

 

1 – P’lamor da santa, não se carreguem de roupa!

 

Casacos, mangas compridas, calças compridas, impermeáveis, corta ventos? Esqueçam! Cá para mim só cumprem uma finalidade: garantir que para além de ficarem molhados, ficam cheios de calor e todos transpirados (=molhados por cima, por baixo e a cheirar mal!). Chuva não quer dizer frio polar. Os agasalhos nestas circunstâncias só servem para atrapalhar, até porque a determinada altura vamos querer desfazer-nos deles e em alguns casos vão começar a pesar.

 

A solução? Correr como se não estivesse a chover porque, convenhamos, se vamos correr à chuva vamos molhar-nos de qualquer maneira, porque haveríamos de querer levar connosco mais material para molhar????

 

No final, isso sim, deveremos ter uma muda de roupa seca à nossa espera e caso haja oportunidade trocar de imediato: ténis e meias incluídos.

 

Já agora, não esquecer saco plástico para colocar a roupa molhada!

 

2 – Proteger alguma coisa? Só se for os olhos!...

 

A pala ou o boné não servem só para proteger do sol. Em caso de chuva são uma ótima proteção para a cara e em particular para os olhos. Dependendo da intensidade com que a aguinha benta esteja a cair, a cara e os olhos podem sofrer um bocadinho, já que são uma zona muito exposta e as palas são boas aliadas.

 

Também neste capítulo, se sabem que vai chover não metam creme na cara (protetor, creme de dia, etc.), vai acabar por escorrer e os olhos vão arder.

 

A maquilhagem é para levar SEMPRE, vai daí toca a investir num bom rímel à prova de água que para além de não arder nos olhos nos dá garantias de um “foto finish” com alguma dignidade.

 

 

2016-04-20 18.30.34.jpg

 

 

3 – Atenção às poças de água… não as evitem!

 

Atenção às poças de água, por vezes não se conseguem ver bem e podemos deixar escapar alguma. A minha sugestão é que estejam alerta, de olhos no chão e não falhem nenhuma: atirem-se a chapinhar com os pés, sem medos e com vigor! Sabe tão bem libertar a criança que há em nós!!!!

 

No fundo correr à chuva traz-nos esta oportunidade de fazer aquilo que noutras circunstâncias nos valeria o rótulo de maluquinhos, que passamos a vida a dizer às nossas crianças que não façam, que tenham cuidado, mas que na verdade é sempre o que apetece fazer… pular para dentro de poças e encharcarmo-nos até à medula (se a chuva ainda não o tiver feito).

 

Eu, para ser sincera, se estiver a correr debaixo de sol e tiver de passar por uma poça ou uma ribeira, dificilmente evito ou procuro alternativa, é que também serve para refrescar os pés quando já vão em modo assadura e sabe pela vida!

 

Aquela ideia de que os ténis vão ficar pesadíssimos, é mito! A maior parte dos ténis que compramos hoje em dia são feitos de materiais que deixam escoar a água e ficam praticamente secos com muita facilidade.

 

4 - Uma ótima aliada para todos os estados de espírito

 

Nesta matéria, cada um sabe de si. Eu só sei que quando corro debaixo de chuva aproveito todas as oportunidades para me divertir, mas se tiver que chorar, ninguém vai dar por isso

 

P.S. Cuidado para não escorregar e levem uma gola de algodão porque debaixo de chuva o nariz pinga mais que o habitual e os lenços de papel não resistem 500 metros!

 

2016-05-07 18.54.13.jpg